Brasileiro conquista medalha de ouro na Olimpíada Internacional de Matemática

0
O paulista Pedro Lucas Lanaro Sponchiado, de 17 anos, conquistou uma medalha de ouro na Olimpíada Internacional de Matemática disputada em Cluj-Napoca, na Romênia. Com 35 pontos de 42 possíveis, nas duas provas da competição, ele terminou em 12º lugar na colocação geral, entre os cerca de 600 participantes. A equipe brasileira recebeu outras quatro medalhas de bronze e uma menção honrosa.
Conquistaram o bronze Bruno Brasil Meinhart, de 17 anos, e Pedro Gomes Cabral, de 15, ambos de Fortaleza; e Bernardo Peruzzo Trevizan, de 16 anos, e André Yuji Hisatsuga, de 18 anos, de São Paulo. Lucas Hiroshi Hanke Harada, de 17 anos, também de São Paulo, ficou com a menção honrosa.
BRASIL SUPEROU MARCA DA EDIÇÃO ANTERIOR
A equipe liderada pelos professores Régis Prado Barbosa e Armando Barbosa Filho ficou na 28ª posição no quadro geral da competição, superando o desempenho da edição do ano passado, quando o Brasil alcançou a 37ª colocação, com duas medalhas de prata, uma de bronze e duas menções honrosas, na olimpíada disputada no Rio de Janeiro.
Os seis representantes da equipe brasileira foram escolhidos entre os 19 milhões de participantes de olimpíadas de matemática realizadas no país. Para concorrer à competição internacional, os alunos precisam estar cursando o ensino médio ou terem encerrado esta etapa há, no máximo, um ano. O Instituto de Matemática Pura e Aplicada (Impa) coordenou o treinamento da equipe, com apoio de professores do Colégio Etapa.
Coordenador acadêmico da Olimpíada Brasileira de Matemática, Edmilson Motta revela que os estudantes brasileiros, embora tenham vindo de diferentes escolas, já se conhecem há anos, porque costumam se encontrar em competições nacionais.
— Realizamos olimpíadas desde o sexto ano do ensino fundamental, então os alunos mais fortes se encontram nestas ocasiões e, por isso, têm convívio desde cedo — destaca. — O crescimento dessas competições tem sido surpreendente, e mostra como a matemática pode ser ensinada de forma lúdica sem deixarmos de considerar sua importância no desenvolvimento econômico do país. O interesse pela disciplina nos torna cidadãos mais participativos.
O Globo

Meninos resgatados em caverna receberão alta na quinta-feira

0
 
BANGCOC — Os 12 meninos e seu técnico de futebol resgatados da caverna Tham Luang, na Tailândia, perto da fronteira com Mianmar, deverão deixar o hospital na próxima quinta-feira, informaram os médicos. Eles receberão apoio psicológico para que o grupo consiga lidar com a imprensa e o grande interesse que a história despertou em todo mundo.
Os 13 “javalis selvagens” estão em boa condição física e com bom ânimo — afirmou neste sábado o ministro da Saúde Pública, Piyasakol Sakolsattayatorn. — Eles receberão alta a princípio na quinta-feira. O Globo

Lajes Pintadas está na lista divulgada pelo Ministério da Saúde que 106 dos 167 municípios do RN correm alto risco de enfrentar surto de dengue, zika e chikungunya no próximo verão.

0
Levantamento divulgado em 07 de julho pelo Ministério da Saúde mostra que 106 dos 167 municípios do Rio Grande do Norte correm alto risco de enfrentar surto de dengue, zika e chikungunya no próximo verão. Os dados foram extraídos do Levantamento Rápido de Índices de Infestação pelo Aedes aegypti (LIRAa).
De acordo com o governo federal, o Levantamento Rápido de Índices de Infestação pelo Aedes aegypti (LIRAa) permite que as administrações municipais possam identificar bairros onde estão concentrados focos de reprodução do inseto, e o tipo de depósito onde larvas foram encontradas.
Veja a lista de municípios que correm risco de enfrentar surto de dengue, zika e chikungunya (quanto maior o valor, maior a probabilidade de infestação), em destaque Santana do Matos e municípios vizinhos:
Areia Branca – 4
Campo Redondo – 4,1
Monte Alegre – 4,1
Tibau do Sul – 4,2
Fernando Pedroza – 4,2 Ipanguaçu – 4,3
São Fernando – 4,3
Pendências – 4,5
Apodi – 4,7
Arêz – 4,7
Goianinha – 4,9
Caraúbas dos Dantas – 5,0
Espírito Santo – 5,0
Santana do Matos – 5,0
Várzea – 5,0
Mossoró – 5,1
Afonso Bezerra – 5,2
São Paulo do Potengi – 5,2
Almino Afonso – 5,2
Serrinha – 5,2
Felipe Guerra – 5,3
Rafael Fernandes – 5,3
Tenente Laurentino Cruz – 5,4
Lajes Pintadas – 5,4
Presidente Juscelino – 5,7
Doutor Severiano – 5,7
Baraúna – 6,0
Caiçara do Norte – 6,0
Antônio Martins – 6,2
Macaíba – 6,3
São Francisco do Oeste – 6,3
Frutuoso Gomes – 6,4
Itaú – 6,5
Martins – 6,6
Paraú – 6,6
Severino Melo – 6,6
Lagoa Nova – 6,7
Lagoa de Velhos – 6,9
Alto dos Rodrigues – 7,0
Tangará – 7,0
Parazinho – 7,1
Lucrecia – 7,1
Açu – 7,3
Brejinho – 7,6
Janduís – 7,6
Olho D’Água dos Borges – 7,8
Senador Elói de Souza – 7,8
Francisco Dantas – 8,1
Ruy Barbosa – 8,1
Monte das Gameleiras – 8,2
Currais Novos – 8,3
São Miguel – 8,4
Caraúbas – 8,5
Messias Targino – 8,5
Equador – 8,6
Bento Fernandes – 8,6
Angicos – 8,7
Luís Gomes – 9,0
Jardim de Angicos – 9,1
Ouro Branco – 9,3
Passa e Fica – 9,3
Poço Branco – 9,4
Jardim de Piranhas – 9,6
Pau dos Ferros – 9,6
Santana do Seridó – 9,8
Cerro Corá – 10,2
José da Penha – 10,2
Jardim do Seridó – 10,3
Alexandria – 10,4
Serra de São Bento – 11,0
Florânia – 11,3
Carnaubais – 11,4
Água Nova – 12,0
Serrinha dos Pintos – 12,4
João Dias – 12,6
São Tomé – 12,6
Triunfo Potiguar – 12,8
Japi – 13,0
Macau – 13,0
Rafael Godeiro – 13,0
Montanhas – 13,1
Santa Maria – 13,2
Cruzeta – 13,8
São João do Sabugi – 13,8
Riachuelo – 14,2
Serra do Mel – 14,3
Santa Cruz – 14,4
Lagoa D’Anta – 14,8
Timbaúba dos Batistas – 15,0
Paraná – 15,2
Lajes – 15,3
Patu – 16,6
Nova Cruz – 17,1
Guamaré – 17,5
Caicó – 17,7
Pedra Preta – 18,0
Rodolfo Fernandes – 18,2
Santo Antônio – 18,4
Caiçara do Rio do Vento – 18,8
São Rafael – 19,1
Pedro Avelino – 19,2
Marcelino Vieira – 20,5
Canguaretama – 21,0
Pilões – 21,2
Acari – 23,5
Jucurutu – 24,8

Acordo de R$ 248 mil encerra processos trabalhistas contra cantor Zezo

0
Acordo firmado pelo juiz Michael Knabben, do Centro Judiciário de Solução de Conflitos (CEJUSC) de Natal, encerrou a execução de cinco processos que tramitavam desde 2016, nas Varas do Trabalho de Natal, contra a produtora do cantor Zezo.
A dívida total, no valor de R$ 248.552.98, será paga em onze parcelas mensais e compreende verbas rescisórias, honorários advocatícios e recolhimento da Previdência Social. As dívidas da produtora com os trabalhadores variava de R$ 12 a 102 mil.
As ações foram impetradas por um grupo de operários que trabalhou na construção da sede da J.M.T. do Nascimento Produções – ME (Art Music), às margens da BR-406, em Guajiru, distrito de São Gonçalo do Amarante.
Em todas as reclamações, os trabalhadores buscavam o reconhecimento do vínculo empregatício, que foi reconhecido pela Justiça. Em alguns desses processos, a produtora do cantor recorreu, sem sucesso, ao TRT-RN da sentença da primeira instância.
Recentemente, o juiz de uma das Varas em que tramitavam processos contra a produtora determinou o impedimento de circulação do ônibus que transporta os músicos do cantor, como forma de garantir o pagamento das dívidas da empresa de Zezo com os operários.

Multas de trânsito poderão ser pagas com cartões de crédito e débito

0
Trânsito intenso na BR-101, em Natal
O pagamento de multas de trânsito e impostos dos veículos agora poderá ser realizado por meio do cartão de crédito ou débito. Uma resolução publicada pelo Conselho Nacional de Trânsito (Contran) na sexta-feira (6) autoriza os órgãos e entidades integrantes do Sistema Nacional de Trânsito a firmar acordos técnico-operacionais que viabilizem as novas formas de quitação para os motoristas.
Na prática, o pagamento de multas de trânsito e demais débitos relacionados aos veículos poderá ser realizado em parcelas mensais, por meio do cartão de crédito. A norma também determina que a “efetivação do parcelamento por meio do cartão de crédito libera o licenciamento do veículo e a respectiva emissão do Certificado de Registro de Licenciamento do Veículo – CRLV”.
Os motoristas ainda poderão pagar multas já vencidas. No entanto, nesses casos, haverá cobrança de juros. Para o Contran, as mudanças vão permitir que o cidadão pague suas dívidas com maior facilidade, o que deve contribuir para reduzir a inadimplência e garantir a arrecadação.
Em relação aos órgãos, os que se interessarem em oferecer essas facilidades deverão solicitar autorização ao Departamento Nacional de Trânsito (Denatran). Como a medida é recente, ainda não houve nenhuma solicitação. A possibilidade de pagar as multas por esses meios já estava prevista em uma resolução de 2016, mas foi suspensa em maio deste ano para ajustes