Professores da rede estadual têm reajuste salarial de 13% no RN

0

Foi sancionado nesta sexta-feira (13), por meio de publicação no Diário Oficial do Estado, o reajuste de 13,01% no salário dos professores da rede pública de ensino do Rio Grande do Norte. O aumento havia sido aprovado na Assembleia Legislativa nesta quinta (12).

O aumento vale para professores e especialistas de educação efetivos ligados a Secretaria de Estado da Educação e da Cultura (SEEC), incluindo as Diretorias Regionais de Ensino que desempenhem as funções de direção, administração, planejamento, inspeção, supervisão, orientação e coordenação.

Para os professores cuja jornada de trabalho corresponde a 30 horas semanais, os valores variam entre R$ 1.438,67 e R$ 5.131,16. Já para especialistas, variam de R$ 1.653,79 a R$ 5.131,16. Para os que cumprem carga-horária de trabalho diferente de 30 horas, os reajustes serão calculados de forma proporcional, com base no valor da hora-aula.

Fonte: G1/RN

Loja Maré Mansa de São Paulo do Potengi é alvo de assalto na manhã de hoje (13)

0

DSC05561

loja A Maré Mansa em São Paulo do Potengi, foi mais uma vez alvo de assaltantes neste dia 13/02.

O assalto aconteceu por volta das 11hs30min, os assaltantes entraram na loja e renderam os funcionários da loja e levando o apurado da manhã, em seguida fugiram em direção a rua Arthur Mangabeira e em seguida desceram na rua Enock Gonzaga Dantas (a rua dos ciganos) e saindo em sentido ao bairro Nossa Senhora Aparecida.

A viatura da PM estava no cerco e seguiu o carro dos bandidos, ouve troca de tiros, ninguém ficou ferido, a PM faz o cerco nas cidades, testemunhas disseram que o carro tipo Troller de cor amarela fugiu sentido a cidade de Eloi de Souza.

Fonte: Blog Vandinho Amaral

MÁSCARA NEGRA: MP denuncia Flávio Veras, Alex Padang, Junior Grafith e mais sete pessoas por desvio milionário da Prefeitura de Macau no Carnaval de 2011

0

Na iminência do carnaval 2015, o Ministério Público do Rio Grande do Norte em Macau ofereceu duas denúncias contra pessoas pelos crimes de formação de quadrilha e desvio de dinheiro público da Prefeitura de Macau, que totalizam R$ 1,2 milhão.

O grupo, composto por servidores públicos municipais e empresários, desviou dinheiro público através da contratação de bandas para o Carnaval do ano de 2011. Estão entre os denunciados o ex-prefeito de Macau Flávio Veras, o empresário Alex Padang, o empresário e vereador de Natal, Júnior Grafith, e o atual chefe de gabinete da Prefeitura de Macau, Francisco de Assis Guimarães.

As duas denúncias foram oferecidas na quinta-feira (12), após o fim das investigações do Procedimento de Investigação Criminal nº 035/2013. De acordo com as denúncias, o grupo contratou, sem licitação, 27 bandas para o Carnaval de 2011, promovido pela Prefeitura de Macau, cujo valor gasto somente com tais contratações totalizaram R$ 2,7 milhões.

Primeira vez fora da Grande Natal, Operação Lei Seca prende 4 no Seridó

0

Em Caicó, blitz da Lei Seca foi relaizada no bairro de Boa Passagem (Foto: Adriano Barbosa/G1)

Quatro motoristas presos por embriaguez ao volante, outros 39 autuados administrativamente e 19 carteiras de habilitação retidas. Este é o resultado da blitz da Operação Lei Seca realizada na madrugada desta quinta-feira (12) em Caicó, cidade da região Seridó do Rio Grande do Norte.

Segundo o tenente Styvenson Valentim, esta foi a primeira vez que uma blitz da Lei Seca aconteceu fora da Grande Natal. A Operação Lei Seca, uma ação conjunta do Departamento Estadual de Trânsito (Detran) e polícias Civil e Militar, vem sendo realizada desde janeiro do ano passado.

Deputados discutem nesta quinta-feira reajuste dos professores

0

mineiromensagemOs deputados estaduais discutem na sessão ordinária desta quinta-feira (12) o projeto de lei complementar que dispõe sobre o reajuste dos vencimentos básicos dos cargos públicos de provimento efetivo de professor e especialista de educação. A proposição, de autoria do deputado Fernando Mineiro (PT), prevê reajuste na proporção de 13,01%.

O projeto de lei complementar contempla servidores pertencentes ao quadro funcional do Magistério Público Estadual de que trata a Lei Complementar Estadual n.º 322, de 11 de janeiro de 2006, cuja jornada de trabalho corresponda a 30 horas semanais.