Nos EUA, 76% das mulheres trocariam sexo por mudança de rotina

0

a atriz postou foto de sua personagem em Amores Roubados (Foto: Reprodução)

De acordo com uma pesquisa feita pela empresa Wakefield Research, nos Estados Unidos, 76% das mulheres revelaram que trocariam sexo por mudança de rotina. Outras 42% se queixam por ter apenas uma hora por dia para relaxar ou fazer o que quiser. E esse número aumenta quando se trata de mulheres que já são mães: 54% delas reclamam da falta de tempo.

 

A entrevista foi feita com 500 mulheres, todas com mais de 35 anos. Quando podem ficar sozinhas, 44% das mulheres ficam na cama, enquanto 37% desfrutam do tempo no banheiro e outras 6% afirmaram ficar na garagem ou em algum outro ambiente em que possam ficar sozinhas e pensar na vida.

 

 

Segundo a revista Glamour americana, que divulgou a pesquisa, 75% das mulheres inventam desculpas para conseguir ficar sozinhas, incluindo que estão ocupadas ou mesmo doentes.

por Rubens Lemos

BPChoque prende dois com arma e droga em casa no Vale Dourado

0

O Batalhão de Polícia de Choque (BPChoque) prendeu dois homens suspeitos de tráfico de drogas, na noite deste sábado (30), no Vale Dourado, zona Norte de Natal. O flagrante foi feito após um dos envolvidos ter ameaçado transeuntes com uma arma de fogo e se evadido do local.

Policiais do Patrulhamento Tático Motorizado conseguiram prender Joeudice Cirilo Pereira, de 27 anos, e Ataíde Rosberg, de 21 anos,em uma casa na rua Elisbão de Macedo, utilizada para alimentar o tráfico de drogas.

 

 

Na residência, foram encontrados um revólver calibre 38, cinco tabletes de cocaína, uma trouxa de maconha, R$ 300 em dinheiro fracionado, diversas munições, agenda de contabilidade do tráfico e diversos produtos para acondicionamento de drogas.

 

 

Todos foram conduzidos para a Delegacia de Plantão da Zona Norte e foram autuados em porte e posse de arma de fogo, bem como associação ao tráfico de drogas. Na delegacia, foi constatado que Joeudice já foi processado por tráfico de drogas.

 

do portal bo

Sexo queima mais calorias do que caminhada, diz estudo

0
Para os que pensavam que caminhada é um ótimo exercício físico para gastar calorias, um estudo canadense revela que há outra atividade prazerosa que pode proporcionar um gasto calórico um pouquinho maior: o sexo.
Publicado na revista científica PLoS One e realizado pela equipe de Universidade de Quebec, em Montreal, no Canadá, o estudo constatou que uma relação sexual de aproximadamente 24 minutos gasta cerca de 104 calorias pelos homens e 69 para mulheres. Durante o sexo, os homens queimam, em média, 4,2 calorias por minutos e as mulheres 3,1 calorias.
Uma caminhada leve representa um gasto calórico de três calorias por minuto, inferior ao do sexo. Contudo, o mesmo não acontece para caminhadas com intensidade moderada. A pesquisa, realizada com casais heterossexuais com idades entre 18 e 35 anos, constatou também que a menor relação durou 10 minutos e a mais longa 57 minutos, o que traduz que o gasto energético pode variar de acordo com o tempo.
Orm Noticias via paralelo

Brasil tem falhas no sistema de registro de casos de câncer, dizem especialistas

0

Especialistas defendem que o Brasil tem falhas no sistema de registro de casos de câncer e que há uma subnotificação da doença. “A gente nunca sabe quantos casos de fato surgiram em cada ano. Demora três, quatro anos para nós sabermos quantas pessoas tiveram a doença”, disse a presidente da Federação Brasileira das Instituições Filantrópicas de Apoio à Saúde da Mama (Femama), a mastologista Maira Caleffi.

Segundo Cláudio Noronha, coordenador de Prevenção e Vigilância do Instituto Nacional do Câncer (Inca), o número demora a ser divulgado porque é um trabalho de recolhimento de dados em todos os estados, mas segundo o especialista, as expectativas de novos casos são baseadas em um estudo que considera as diferenças de registro de informações existentes nas regiões brasileiras.

O Ministério da Saúde divulgou esta semana a estimativa de novos casos de câncer que surgirão em 2014.Serão mais de 576 mil novos casos em todo o Brasil, sendo que o câncer de pele não melanoma, que é mais leve e não leva à morte, corresponderá a 31% do total. A estimativa de novos casos para o próximo ano é 11% maior que a última estimativa divulgada há dois anos.

O presidente da Sociedade Brasileira de Oncologia Clínica, Anderson Silvestrini, acredita que além do natural aumento de número de casos de câncer, devido ao envelhecimento da população e à absorção de maus hábitos no estilo de vida, o número de diagnósticos também teve um aumento considerável, o que levou ao aumento da expectativa de novos casos. Mas ele acredita que ainda há falhas de registro.

Além disso, na avaliação do especialista, não há estrutura no Brasil para o tratamento dos novos casos. “Hoje o Brasil conta com centros que conseguem dar tratamento de primeiro mundo para pacientes com câncer. Mas em muitos lugares a atenção à doença ainda é precário”, avaliou Silvestrini.

O Ministério da Saúde elaborou um sistema de registro de casos de câncer que deve ser usado em todo o país. A previsão inicial era que o Sistema de Informação do Câncer (Siscan), começasse a receber todos os novos registros de câncer em agosto, porém, segundo o Ministério da Saúde, as prefeituras pediram mais prazo para se estruturarem. De acordo com a pasta, o novo prazo dado para as prefeituras é janeiro de 2014.

Dados do Ministério da Saúde mostram que em 2010, o país registrou 179 mil mortes em decorrência da doença. O câncer dos brônquios e do pulmão foi o tipo que mais matou (21.779), seguido do câncer do estômago (13.402), de próstata (12.778), de mama (12.853) e de cólon (8.385).

Agência Brasil

66% pedem mudança, mas a aprovação de Dilma sobe para 41%

0
A impressa nacional destaca os números da pesquisa Data Folha e de acordo com estes números 66% da população brasileira quer mudança nas ações presidenciais, que sejam diferentes da adotada pela petista, porém a aprovação de Dilma sobe três pontos percentuais que era de outubro 38% e agora chega a 41%
Dois pontos merecem destaque é que:
IMAGEM: Dilma melhorou sua imagem entre os menos escolarizados, pois os números mostram que ela subiu de 44% para 50%, na região Nordeste que sempre foi o termômetro para o governo petista ela subiu de 46% para 52% e no Norte/Cetro Oeste ela subiu de 39% para 48%.
APROVAÇÃO: Porém, com todo este desempenho que vem melhorando a mesma ainda está longe de seu pico de popularidade que em março atingiu 65% de aprovação e hoje chega a casa dos 41%