Ex-prefeito e secretário de São Miguel são condenados por improbidade

0
O Tribunal de Justiça do RN condenou o ex-prefeito de São Miguel, Dario Vieira de Almeida, a ressarcir os cofres do município o montante de R$ 2.532.204,28, mais juros e atualização monetária, além de uma multa civil no mesmo valor igual do dano apurado, com atualização e juros idênticas pela prática de Ato de Improbidade Administrativa na aplicação irregular de recursos provenientes do então Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Fundamental e Valorização do Magistério (Fundef).
A decisão partiu do Núcleo de Julgamentos de Processos da Meta 4 do TJRN, que julga casos de improbidade administrativa e de corrupção, que também condenou proibiu o ex-prefeito de contratar com o Poder Público ou receber benefícios ou incentivos ficais ou creditícios, direta ou indiretamente, ainda que por intermédio de pessoa jurídica da qual seja sócio majoritário, pelo prazo de cinco anos, além da pena de suspensão dos direitos políticos, pelo prazo de oito anos. Além do ex-prefeito, também foi condenado o então secretário municipal de Educação, Tarcísio de Souza Rego, a multa de R$ 1.005.976,99, pelo IPCA e com juros de mora. Ele também está com as mesmas proibições do antigo chefe do executivo municipal.
A sentença judicial impôs medida de indisponibilidade de bens aos acusados, para assegurar o ressarcimento do dano ao erário e o cumprimento da sanção. As providências necessárias serão tomadas pelo Tribunal Regional Eleitoral sobre a suspensão dos direitos políticos dos condenados.

Casos de suicídio motivam debate sobre saúde mental nas universidades

0
 Depressão, suicidio
Ansiedade, desânimo, insônia, sensação de desamparo, desespero, falta de esperança, sentimento de solidão. Oito em cada dez estudantes de graduação relataram que já tiveram algum desses problemas emocionais, segundo levantamento feito em todas as regiões do país pela Associação Nacional dos Dirigentes das Instituições Federais de Ensino Superior (Andifes).
Outras questões apresentadas pelos jovens foram sensação de desatenção, desorientação, confusão mental, tristeza permanente, além de timidez excessiva. Pelo menos 10% dos graduandos também já tiveram dificuldades alimentares, sentiram medo ou pânico. Mais de 6% dos alunos relataram ter ideias de morte e cerca de 4% já tiveram pensamentos suicida.
O resultado aponta para um problema que tem desafiado as universidades do país: a saúde mental dos estudantes. O desafio tem ficado mais exposto com a divulgação, nos últimos meses, de vários casos de suicídios e tentativas de autoextermínio em diferentes faculdades do país.
Construção de política
A ausência repentina e inesperada de jovens tem comovido a comunidade acadêmica de vários estados onde o problema tem extrapolado os limites dos campi. Na Universidade de Brasília (UnB), por exemplo, os casos mais recentes de suicídio, principalmente um que ocorreu nas dependências da universidade, ganharam repercussão e acenderam mais uma vez o sinal de alerta para o assunto.
A direção evita falar em números, mas reconhece que o tema não pode ser ignorado pela academia. A reitoria está tentando criar medidas de redução das situações de pressão que não contribuem para a formação dos cidadãos nem para a produção de conhecimento.
“É um assunto que tem angustiado a todos. Nosso entendimento é que, como uma instituição educadora, devemos trabalhar pelo aprimoramento dos nossos serviços no campo do ensino, da pesquisa, da extensão com a perspectiva de criar um ambiente mais acolhedor, mais estimulante para o desenvolvimento de competências, de habilidades sociais e emocionais dos estudantes, professores, técnicos administrativos para lidar com as situações de estresse que atravessam a vida de todos nós”, declarou Mônica Nogueira, assessora de assuntos estratégicos da reitoria da UnB.
Segundo a assessora, a UnB está formulando uma política de atenção à saúde mental e à situação psicossocial dos estudantes. A proposta está sendo desenhada por uma comissão temporária criada no fim do ano passado. O grupo mapeou os serviços de apoio psicológico já existentes na universidade, experiências exitosas na área de saúde mental de outras universidades do país, fez uma sondagem inicial da situação emocional dos alunos e elaborou um conjunto de recomendações.
“Todas as recomendações no campo da saúde mental que foram produzidas pela comissão vão passar a contribuir com a construção de uma ampla política relativa à vida estudantil, para repensar e aprimorar os mecanismos de recepção dos nossos estudantes, de orientação para a jornada acadêmica, de monitoramento dos indicadores que nos auxiliem a identificar precocemente estudantes que estejam em sofrimento e trabalhar com a prevenção, explicou Mônica.

Agencia Brasil

Detran-RN implanta sistema online para quitar licenciamento e IPVA em qualquer banco

0
Detran implanta sistema para quitar licenciamento e IPVA em qualquer banco (Foto: Divulgação )
O Departamento Estadual de Trânsito do Rio Grande do Norte (Detran-RN) deu início ao sistema online para pagamento de Taxa de Licenciamento e do Imposto sobre Propriedade de Veículos Automotores (IPVA). A partir de agora, as quitações podem ser realizadas através de qualquer correspondente bancário.
Para ter acesso ao novo modelo de pagamento, é preciso acessar o site do Detran-RN e clicar no ícone “Consulta de Veículos”. Em seguida, irá aparecer o espaço para digitar o número da placa do veículo e o renavam. Após isso, é possível verificar a listagem dos débitos pendentes e gerar o boleto para pagamento.
Para pagamentos realizados pelo Banco do Brasil, o prazo de confirmação é de até 15 minutos. Em outros bancos, o período é de até 24h ou no primeiro dia útil após a quitação da taxa.
De acordo com o Detran, o objetivo da nova forma de pagamento é a comodidade do usuário e diminuir as filas em suas unidades. “Nosso planejamento é o de facilitar e vida do usuário trazendo ferramentas mais modernas de relacionamento da instituição com o seu público”, informa o diretor do departamento, Eduardo Machado.

Detran-RN implanta sistema online para pagamento de taxas  (Foto: Reprodução/site do Detran-RN )

G1 RN

Vendas para o Dia dos Pais devem crescer 2,5% em 2018, prevê CNC

0
O Dia dos Pais deve movimentar R$ 5,4 bilhões no varejo este ano. A expectativa é que as vendas tenham um crescimento real de 2,5% em relação à mesma data de 2017, segundo a Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC).
O Dia dos Pais está entre as seis datas mais importantes do calendário varejista brasileiro. A previsão é que a compra de presentes corresponda a 8,3% de todo o faturamento esperado para o mês de agosto.
Se confirmado, o avanço pelo segundo ano consecutivo no volume vendido pelo comércio varejista ainda não seria suficiente para compensar as perdas registradas em 2015 (-2,1%) e 2016 (-9,4%). Em 2017, houve aumento de 3,6% nas vendas.
“Nem mesmo a inflação mais baixa em 18 anos deverá acelerar as vendas, pois há perda de fôlego na economia, e o mercado de trabalho ainda está enfraquecido”, justificou Fabio Bentes, chefe da Divisão Econômica da CNC, em nota oficial.
Em 2018, os líderes de vendas devem ser os segmentos de hipermercados e supermercados (R$ 2,0 bilhões), lojas de eletroeletrônicos e utilidades domésticas (R$ 781,1 milhões) e itens de vestuário e calçados (R$ 622,9 milhões).
O aumento sazonal do consumo em relação ao mês anterior deve gerar 10,2 mil postos de trabalho temporários, uma oferta de vagas 2,4% inferior à de 2017, quando foram contratados 10,4 mil trabalhadores nessa condição.
Em 2014, antes da crise, o comércio varejista criou 20,6 mil vagas temporárias para dar conta do aumento na demanda impulsionada pelo Dia dos Pais.
De cada dez vagas criadas este ano, quatro serão no setor de hipermercados e supermercados (4,1 mil postos). O salário médio de admissão deverá ser de aproximadamente R$ 1.221, 1,3% a menos, em termos reais, do que os R$ 1.180 pagos aos temporários contratados no mesmo período do ano passado.

Agora RN